anterior
Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInShare on Google+Email this to someoneShare on Facebook
QR CODE

Web Designer x Web Developer: uma divisão falsa – e como superar isso

Você se considera um Web Designer ou um Web Developer? As diferenças entre designers e desenvolvedores muitas vezes são alvo de discussões acirradas na web. Neste post, explicaremos porque isso é um erro – e como você pode aprender a trabalhar em harmonia desenvolvendo trabalhos com um design e uma funcionalidade perfeitamente integrados.

Eu me considero um designer e sempre fui apaixonado pelos conceitos que envolvem este aspecto do trabalho que desenvolvo. Sempre tive muito mais facilidade de desenvolver e criar a parte visual de um site do que torna-lo funcional. Mas com o tempo e muito estudo, ao dominar algumas linguagens de programação e desenvolver meus próprios códigos e funcionalidades para minhas páginas web, passei a me considerar também um programador – e a ver beleza nisso.

Beleza? Sim. Com o tempo, percebi que nossos projetos e carreiras dependem de nossa capacidade de trabalhar com os dois aspectos juntos, em perfeita comunhão. Contrapor um ao outro e deixar de perceber as duas partes como um todo é um grande erro que você não deve cometer.

Prioridades comuns

A crença de que a concepção visual e o desenvolvimento funcional têm interesses concorrentes é um obstáculo para a elaboração bem sucedida de um site. Há muitas pessoas que assim como eu desenham e programam seus próprios projetos (vou voltar a este ponto mais adiante), mas a tensão referida aqui é entre o designer e desenvolvedor que acreditam que sua respectiva disciplina é que é a mais importante. Acreditar nisso é um passo fatal para comprometer o sucesso do projeto.

Basicamente, o perfil de uma pessoa que se interessa por criar sites para a web se divide em duas categorias: as que se interessam mais por design e as que se interessam mais por programação.

Web Design é o ramo do design responsável pelo estudo e produção da aparência dos web sites: imagens, cores, letras, planos de fundo, estética, diagramação e outros itens visuais. Explicando de uma maneira simples: se você vê um site bonito, com cores agradáveis, um visual atraente, organizado e de fácil leitura, isso é obra de um bom web designer.

Web Developer é a área que desenvolve o funcionamento do site, como carregar fotos, enviar informações para um e-mail, acessar dados em um banco de dados, ações em botões, entre outras coisas. Quando você visita um web site e realiza ações como enviar e fazer download de fotos, músicas, vídeos, envia mensagens ou  cadastra seus dados, isso é obra de um web developer, ou em outras palavras, de um programador.

Encontrei o gráfico abaixo na web e adaptei-o para o português (se quiser ver o original, é só clicar aqui). Neles, estão expostas algumas verdades e também alguns dos preconceitos entre as duas vertentes do web design (com a pitada certa de humor e deboche que o assunto merece). Veja:

GRAFICO DESIGNER X DEVELOPER

O problema é que na verdade, para ser um bom profissional da área de web, o profissional tem de desenvolver o conhecimento geral em ambas as áreas, já que essa é uma divisão falsa, pois as duas são importantes e se complementam.

O designer não deve ter apenas uma preocupação estética, nem um desenvolvedor deve pensar apenas no funcionamento da página: cada um deve considerar a parte do outro como complemento do objetivo comum a ser alcançado. Como exemplo, designers devem considerar como o desenho de um formulário pode afetar sua funcionalidade e desenvolvedores devem ser criativos na construção da funcionalidade deste mesmo formulário sem prejudicar o design. Sem essa união em busca de um objetivo comum, o usuário terá dificuldades para compreender ou realizar a ação pretendida na página. Lembre-se: o produto final sempre deve ser o foco.

A harmonia entre as partes

harmonia entre design e developer

Cores, fotos, tipografia e é claro, a tecnologia  são os ossos de um projeto, onde o design e o desenvolvimento são as articulações e pele que se conectam e unem as peças. Quando todos esses elementos se encaixam bem, você tem basicamente design e desenvolvimento trabalhando em conjunto como a estrutura de apoio para a experiência do usuário e conceito global, a chamada “entidade viva.”

A capacidade de ensinar… e aprender!

capacidade de aprender

Esta ligação entre as disciplinas é importante porque representa uma oportunidade: os designers podem aprender sobre o desenvolvimento e os desenvolvedores podem aprender sobre design. A democratização de recursos nesta era da informação significa que temos pouca desculpa para não obter, ou ensinar, pelo menos, um conhecimento básico de cada um. Não fazer isso é suicídio profissional, puro e simples. E quando há lacunas no conhecimento, em vez de repreender, devemos encorajar um diálogo aberto para proteger a nossa ferramenta de aprendizado mais valioso: a capacidade de fazer perguntas e aprender algo novo.

Web Designer + Web Developer = elegância + eficiência

O que é elegância? Para muitos, pode significar a beleza e a graça contida em uma peça, como na arte e na moda. Mas em design, bem como na matemática e na ciência, algo elegante pode ser sinônimo de simplicidade e eficácia. Um código elegante é um código eficiente e um design elegante é um design eficiente. Isso significa que partes de design e desenvolvimento de alguns valores são fundamentais no processo.

Ao contrário do que muitos pensam a criação de um site não é uma tarefa solitária. Pensar que você pode fazer tudo – da concepção inicial até a entrega do site ao cliente – é de uma ingenuidade romântica. Você até pode fazer isso, mas saiba que na realidade não é bem assim. Quando trabalhar em uma agência web, você vai perceber que geralmente há um profissional para desenvolver cada tipo de tarefa. E trabalhar em equipe é uma boa solução se você se sente mais confortável em uma área do que em outra. Convidar um amigo designer ou developer para formar uma parceria é uma ideia que pode alavancar seu fluxo de trabalho e a produzir mais e melhores projetos. Se você é um estudante de web design developer, com certeza conhece alguém na sua própria sala do curso que seria uma excelente opção para trabalhar junto e complementar os seus conhecimentos. Então, por que não formar parcerias com uma ou mais pessoas? Pense em todos os benefícios que isso pode trazer a você (e sim, isso significa divisão dos lucros, mas em compensação também significa maior poder de produção, portanto no final é bem provável que tudo irá se equivaler).

Trabalhando em parceria: o fluxo de trabalho

cama de gato

É claro que ao trabalhar em parceria, nem tudo pode funcionar bem. A logística de obtenção de trabalho muitas vezes significa que quanto mais cedo uma grande ideia é identificada para o projeto, mais feliz e mais seguro o cliente ficará, resultando em um melhor ambiente de trabalho para todos. No entanto, isso também significa que as partes interessadas têm de se reunir logo no início do processo para que as ideias funcionem corretamente. Manter abertos os canais de comunicação em uma equipe dissipa as desigualdades logo de cara. Quando algo dá errado, apontar o dedo já não é uma opção se todo mundo tem a oportunidade de contribuir, e os colaboradores são obrigados a aprender com os erros. Isso não quer dizer que a responsabilidade é distribuída uniformemente, mas sim que companheiros de equipe e espaços de trabalho possam se cruzar de forma a permitir que grandes ideias surjam.

Bons hábitos para web designers e web developers

Você pode se sentir bem trabalhando em uma área ou na outra, mas apesar das diferenças, não esqueça de que somos todos humanos. Assim, muitas das tarefas que você julga ter de fazer isoladamente podem ser compartilhadas, criando o ambiente ideal para criações realmente sólidas e integradas.

DESIGNERS

Existem inúmeras dicas para você que é designer possa se expressar melhor e aperfeiçoar sua comunicação com desenvolvedores. Aqui vão algumas delas:

  • Explique o fundamento do design
    Design não é magia. Faça um esforço para explicar cada decisão que tomou no seu projeto, explicando os porquês para valorizar sua criação e demonstrar aos colegas a essência do seu trabalho.
  • Projete o site como um todo
    Pense na interatividade do produto, o que inclui o desenho de estados de botões ligados e desligados, rollover, mensagens de erro para as formas, páginas de erro 404, etc… Isto irá salvar seus companheiros de equipe de perderem um tempo valioso.
  • Seja atencioso
    Evite fazer outras pessoas esperarem você. Seja proativo e organizado, e peça feedback com frequência.
  • Peça ajuda a um desenvolvedor
    Se as implicações técnicas do projeto não estão claras, peça a um desenvolvedor para lhe ajudar. Ele provavelmente vai gostar de se envolver desde o início e pode lhe dar dicas muito valiosas que irão facilitar seu trabalho.
  • Saiba mais sobre programação
    Aprender ao menos um pouco sobre programação fará de você um designer melhor, pode ter certeza!

DESENVOLVEDORES

Como não poderia deixar de ser, aqui também estão algumas dicas para os desenvolvedores  melhorarem os seus hábitos de trabalho e a comunicação com os designers:

  • Torne-se disponível
    Sendo uma parte do processo, desde a concepção à realização, pergunte a seus colegas designers no que eles estão trabalhando. Deixe o seu conhecimento disponível como um recurso.
  • Simplifique a explicação
    Se você pode ajudar os membros da equipe de todos os níveis e origens a entender conceitos de alto nível e como eles afetam um projeto, você se tornará mais valioso.
  • Não exclua detalhes do projeto por vontade própria
    Grande parte do ofício de um designer está nos detalhes, se eles são esquecidos ou alterados, o tempo e esforço do designer serão desperdiçados e ele terminará frustrado. Pense nisso!
  • Seja honesto sobre o que não pode ser feito e por quê
    Grandes ideias muitas vezes lutam contra o tempo e as restrições de orçamento, e isso não é nada novo. Conhecer as restrições de desenvolvimento antes do tempo permite que a equipe possa criar soluções mais apropriadas.
  • Saiba mais sobre design
    Teorias, regras e normas desempenham um papel importante nas decisões estéticas e de usabilidade. Um pouco de conhecimento destes conceitos irá ajudá-lo a criar soluções mais eficientes para seus códigos.

Algumas das dicas para designers certamente também podem ser úteis para desenvolvedores, e vice-versa. Ser capaz de trabalhar bem em equipe, muitas vezes depende da personalidade do indivíduo, de modo a ter os hábitos de ambos os grupos que irão contribuir para uma melhor colaboração.

Você se considera um designer ou um developer? Gostaria de compartilhar suas ideias sobre o assunto? Compartilhe conosco nos comentários! Nós adoraríamos conhecer suas opiniões!

Um forte abraço a todos e até a próxima publicação!

Próximo

Postado por

Web designer, Ilustrador e produtor visual gráfico, santista de nascimento e de coração, amo o que faço e estou muito feliz em fazer parte da equipe Microcamp.

Postagem Relacionada

GIT: versionamento e produtividade sem medo
Fala galera, tudo bem? Espero que sim, no post de hoje iremos entender de uma