anterior
Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInShare on Google+Email this to someoneShare on Facebook
QR CODE

Vetorize o escudo do seu time em poucos minutos com o Corel Draw

Escudo de times no Corel

Quem já utiliza o programa Corel Draw sabe que a vetorização de um desenho não é exatamente uma tarefa fácil, certo?  Pois neste post irei mostrar uma maneira incrivelmente simples e rápida de vetorizar qualquer tipo de desenho com apenas alguns cliques!

Imagine se você pudesse ter acesso a uma ferramenta no Corel que fizesse todo o trabalho de vetorização para você com o clicar de um botão. Imaginou? Então se prepare: essa opção existe no Corel Draw e se chama Rastrear Bitmap ou Power Trace.

“Mas o que isso tem a ver com os escudos de clubes de futebol?”, você deve estar pensando. Bom, eu sempre peço sugestões para os próximos posts e mais de um leitor me pediu dicas de vetorização de desenhos. Outros me pediram tutoriais sobre como desenhar os escudos dos seus respectivos times do coração. Então, pensei: por que não juntar as duas coisas em um mesmo post? O resultado é o texto que você está lendo neste momento.

Para inicio de nossos trabalhos, vamos precisar de uma imagem em tamanho grande e com boa qualidade para a criação do vetor que iremos reproduzir. Não use imagens pequenas ou de baixa qualidade: o resultado será desapontador e você terminará pensando que a ferramenta é um grande desastre, o que não é verdade. Busque a imagem na web (se estiver no Google Imagens, clique em “Ferramentas de Pesquisa” e  em “Maiores do que” para escolher um tamanho superior a 1024×768) e, ao escolher o escudo do seu time, salve-o no seu computador para que possamos utiliza-la nos próximos passos.

Busca de imagens

Em seguida, iremos iniciar o nosso programa de desenhos vetoriais. Escolhi o Corel Draw pela praticidade e pela sua (ainda) grande aceitação no setor gráfico, mas futuramente prometo que farei uma versão do mesmo tutorial para os amantes do Illustrator 😉

Com o programa aberto, você verá a tela de início rápido. Escolha “Novo documento em branco”. Caso não esteja visualizando a tela de início rápido (ela pode ser sido desabilitada por você ou outro usuário do programa), apenas clique em Arquivo > Novo ou Control+N.

Tela de inicio

Na sequencia, surgirá a Janela de Configuração do novo documento. Procure deixar com os valores da imagem que você vê a seguir:

Configurações do documento

Agora, você já pode ver a sua área de trabalho com a folha em branco e com as configurações que definiu.

Em seguida, vamos importar a imagem que salvamos anteriormente. Você pode fazer isso pelo atalho Control + i ou clicando no menu principal, opção Arquivo>Importar. Uma janela será aberta para que selecione o arquivo a ser importado. Clique na imagem desejada e após clicar em Ok, o cursor do programa irá se transformar em um pequeno esquadro com as informações do arquivo importado logo abaixo dele. Você deve arrasta-lo pela área de trabalho até o tamanho que desejar (se em vez de arrastar, você der um clique, a imagem surgirá em tamanho real no espaço e você terá de editar seu tamanho de qualquer forma).

Importando arquivo

Pronto! Nosso arquivo já está inserido e pronto para iniciarmos o nosso trabalho. Repare que o arquivo, ao estar selecionado dentro do programa, irá exibiruma opção chamada “Rastrear Bitmap” na barra de ferramentas flutuante do programa, como indicado na imagem a seguir:

Rastrear Bitmap

Clique na opção “Rastrear Bitmap” e surgirão três opções: escolha “Rastreio de Contorno” e “Logotipo detalhado”.

Opção Logotipo detalhado

Uma janela irá se abrir com as opções do rastreio:

janela do rastreio automatico

É importante saber que essa janela dividida mostra o documento original (no caso, a imagem em bitmap selecionada) e o resultado do rastreio feito automaticamente pelo programa.  No menu à esquerda, você terá as seguintes opções:

• Detalhe — permite controlar a quantidade de detalhes originais preservados no resultado de rastreio. Valores mais altos mantêm mais detalhes e resultam em um número maior de objetos e cores; valores mais baixos descartam alguns detalhes e resultam em menos objetos.

• Suavização — permite suavizar linhas onduladas e controlar o número de nós em um resultado de rastreio. Valores mais altos resultam em menos nós e produzem curvas que não seguem tão de perto as linhas do bitmap de origem. Valores mais baixos resultam em mais nós e produzem resultados de rastreio mais precisos.

• Suavidade do canto — esse controle deslizante funciona em conjunto com o controle deslizante Suavização e permite controlar a aparência dos cantos. Valores mais baixos conservam a aparência de cantos. Valores mas altos suavizam cantos.

Com essas informações em mente, procure ajustar as opções de acordo com a sua preferência e o resultado do que vê na janela de visualização. Eu optei por valores máximos de Detalhe para preservar a maior parte dos detalhes complexos do escudo. Mas é importante que faça testes diferentes para diferentes imagens e observe os resultados obtidos.

Ao clicar em ok, o Corel Draw irá gerar um vetor do arquivo nas configurações escolhidas por você. O processo é razoavelmente rápido e aparecerá em poucos segundos na sua tela:

Resultado Power Trace

Talvez você nem repare de imediato, mas o resultado costuma ser tão bom que na maioria das vezes você não percebe que o resultado da vetorização automática aparece por cima do arquivo original. É preciso arrastá-lo para que possa deletar o bitmap (não irá precisar mais dele) e visualizar somente o vetor.

Arrastando o arquivo

Basicamente, o nosso vetor está pronto. Como acho que todo bom web designer / ilustrador deve ser perfeccionista, gosto de clicar sobre o desenho com a ferramenta de Zoom para procurar defeitos do rastreio automático. Geralmente, não é difícil encontra-los, apesar de discretos, eles sempre irão existir. É preciso desagrupar o desenho (control + U, ou procurar essa opção na barra de ferramentas flutuante) para que possamos editá-los e conserta-los.

Desagrupando o arquivo

Para arrumar os pontos (também conhecidos como nós, ou curvas), use a ferramenta Forma (F10) presente na barra de ferramentas do programa. Se você já usa o Corel Draw para criar desenhos vetorizados, é bem capaz que já esteja familiarizado com ela. Se ainda não tem muita experiência, irá sentir alguma dificuldade inicial, mas em poucos minutos irá pegar o jeito.

Corrigindo curvas

Como o escudo do time se trata de um vetor agora, agora você tem liberdade para editar, rearranjar ou até mesmo mudar completamente a arte original peça por peça. Você pode utilizar esse recurso para criar novas versões, novas artes e soltar a sua imaginação! No caso dos escudos de times de futebol, poderá fazer uma coleção completa deles, para os mais diversos fins. Existem muitas fontes para download desse tipo de trabalho na web, mas nada como poder ter o seu próprio trabalho, certo? 😉

Imagem final

Não esqueça que o principio de tudo é uma boa imagem, com boa resolução! Se rastrear uma imagem em baixa qualidade, lembre-se que o Corel não fará milagres, apenas reproduzirá o que está na área de trabalho. E sim, você pode utilizar o que aprendeu aqui hoje para vetorizar o logotipo ou desenho que quiser, em qualquer momento, ou ainda mostrar aos seus amigos como você é o vetorizador mais rápido da face da terra!

Espero que tenham gostado da dica, ficarei muito feliz em receber mais indicações de temas e sugestões de tutoriais e artigos. Não se esqueça de divulgar o Blog para seus amigos e dar aquele Curtir e Recomendar se você gostou do Blog de Web Design.

Um grande abraço a todos e até o próximo post!

Próximo

Postado por

Web designer, Ilustrador e produtor visual gráfico, santista de nascimento e de coração, amo o que faço e estou muito feliz em fazer parte da equipe Microcamp.

Postagem Relacionada

Criando uma Maçã no CorelDRAW
Já se imaginou criando uma maçã no computador? Não? Então hoje, você irá aprender nesse tutorial