anterior
Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInShare on Google+Email this to someoneShare on Facebook
QR CODE

UI Design e UX Design: o que são e quais as diferenças entre eles

capa UX e UI

O Web Design é uma das áreas de conhecimento atual que mais sofre transformações quando falamos sobre meios de comunicação. Novas tecnologias surgem constantemente, velhas tecnologias se transformam… tudo se inventa e reinventa em uma velocidade assombrosa. E nessa constante atualização, é comum nos depararmos com termos novos e estranhos que servem para apontem novos caminhos e novas fronteiras para expansão de nosso trabalho.

De uns tempos para cá, você deve ter ouvido falar sobre UI Design e UX Design. Volta e meia essas expressões aparecem aqui e ali em alguns blogs e sites sobre web design. A maior parte deles às vezes nem menciona qual o seu significado e qual o papel que desempenham. Pensando nisso, neste post resolvi esclarecer de uma vez por todas os conceitos de UI e UX Design.

Antes de continuar, quero que entenda que minha intenção é a de tentar educar você, leitor, sobre os assuntos em questão, baseado em algumas experiências próprias, leituras diversas sobre o assunto e também convidando-o a contribuir com suas próprias conclusões após ler este texto, enriquecendo o debate acerca desse assunto, fazendo-o nos comentários no fim do post ou mesmo enviando um e-mail para o blog. Que tal?

UI – ou a Aparência a serviço da Usabilidade

UI Design

UI significa USER INTERFACE, ou Interface do Usuário. Podemos definir esses termos em nosso meio da seguinte maneira:

  • Usuário = pessoa que vai utilizar a interface.
  • INTERFACE = os elementos gráficos como ícones e outros indicadores visuais que podem ser manipulados a fim de se obter uma resposta sobre o uso.

O conceito de UI é interessante porque trata basicamente sobre como representar objetos graficamente para tornar a interação com o usuário mais agradável, descomplicada e eficiente, além de memorável. Basicamente, é a forma de se desenhar um projeto centrado no usuário.

Um design de interface bem feito pode auxiliar e guiar as pessoas em suas necessidades ao lidarem com um determinado tipo de sistema (computacional ou não, diga-se de passagem) para atender as necessidades de utilização. É claro que em nosso caso, esse sistema traduz-se em um projeto web, aplicativos em geral ou dispositivos de informação automática (como um aplicativo, por exemplo).

UI Design x UX Design

Tudo isso envolve o estudo das interações humanas e o conhecimento básico de habilidades centradas em torno de experiências, seja ao utilizar um software, um sistema de cadastro ou de pesquisa, por exemplo.

É claro que é incorreto planejar seus projetos pensando apenas nos aspectos puramente visuais durante o desenvolvimento de um sistema e deixar outras questões impactantes ou importantes de lado. Por isso tenha em mente que essa é apenas parte do processo como um todo, como verá a seguir.

Jesse James Garrett, pesquisador e desenvolvedor de tecnologias Web e criador, entre outras coisas do termo Ajax, apresenta  em seu livro no livro “The Elements of User Experience” (clique aqui para ler em português),  os conceitos que compõem a experiência do usuário dentro do desenvolvimento de um sistema ou produto. Trevor Van Gorp, autor do livro “Affective Design: Exploring Emotional Design” vai mais além: através de um gráfico utilizando um iceberg como comparação, demonstra que  o design visual é apenas a parte visível (portanto gráfica) de uma estrutura que tem como base o UX Design. Veja o gráfico a seguir:

UX Iceberg

Para ver o slide de Trevor completo, é só clicar abaixo:

UX design – ou como a experiência do usuário deve ser o foco

UX Design

UX significa USER EXPERIENCE,  e é o Design de Experiência de Usuário, que no contexto de web podemos definir assim:

  • Usuário = pessoa que vai utilizar a interface.
  • Experiência = conjunto de sensações e informações vividas pelo usuário durante um contato direto com um conteúdo e suas características.

UX Design, termo difundido por Donald Norman, autor do livro Emotional Design”, é a área do Design responsável toda e qualquer experiência proporcionada ao usuário em sua relação com o sistema e seus produtos. É um conceito um tanto discutível, eu sei, porque a experiência de um usuário não será exatamente a mesma que a de outro. Portanto, não há como rotulá-las ou dimensioná-las exatamente. Mas podemos dizer que o UX design é o conjunto de estudos, práticas e habilidades usadas para atender às necessidades de um cliente e seus respectivos usuários. Afinal, não é possível “desenhar” uma experiência, somente senti-la, certo? Então é compreensível que se use todos esses elementos (e muitos outros que se façam necessários) para que se possa alcançar esse objetivo.

O UX Design é composto da combinação de vários elementos dos quais podemos citar alguns:

  • Os objetivos do site
  • As necessidades dos usuários
  • O Conteúdo
  • O Design de Interface
  • O Design de Navegação
  • Arquitetura da Informação
  • Arquitetura da Interação
  • Acessibilidade

Mas é claro que nenhum desses elementos do UX Design irá fazer sentido se não oferecermos o que o usuário necessita de forma direta e simples, de acordo com o que Donald Norman diz em seus estudos sobre a experiência ideal: que além dos elementos técnicos e estruturais citados acima, temos de levar em conta também:

  • O atendimento das expectativas;
  • A eficiência;
  • A Qualidade da Experiência;
  • A Totalidade das Percepções;
  • A Satisfação Emocional.

UX é fator essencial para determinar o sucesso de um produto

UX Design e o sucesso do produto

É importante que se diga aqui que o trabalho de um bom UX Design vai muito além da experiência pura e simples com o usuário. É um longo processo que envolverá reuniões com seu cliente e sua equipe, incluídos aí seus programadores, designers, gerentes de projetos e de marketing para que eles possam dar aos usuários o que eles realmente desejam. Isso envolve testes de usabilidade, interatividade, de ferramentas de navegação e até mesmo estudos de aceitação e relacionamento com a marca.

Ser um designer UI, UX ou ser um Designer em sua totalidade?

UI Design ou UX design

Para finalizar, entendo que UI Design e UX Design são habilidades específicas que todo designer deve possuir  dentro do Design como um todo, em maior ou menor grau. Classificar-se como um Designer Ui ou UX é válido, mas limitador. Afinal, Design é também função, não apenas forma (como já escrevi aqui). E partindo desse princípio, chego a conclusão de que essa é mais uma daquelas divisões criadas ao longo do tempo para simplificar  – de maneira falsa – o entendimento de algo mais complexo (e também já toquei neste assunto ao falar sobre web designer x web developer).

Um site, por exemplo, tem que funcionar bem. Sua programação tem de ser bem feita, com códigos bem escritos, funcional, preferencialmente sem falhas. Mas sabemos que um usuário não compra um site pela sua programação! E o contrário também se aplica: não se compra um site somente por sua aparência. Ou seja, no final das contas, o que importa é que o site seja uma combinação das duas coisas: que seja agradável visualmente e que seja funcional, para que conceda aos usuários uma boa experiência de uso e navegação.

UI Design UX design e o Design como um todo

Experiência do usuário, como mostrei anteriormente, é o conjunto de sensações e informações vividas pelo usuário. Essa experiência é o que ela irá passar para outras pessoas, e o que guardará em sua memória. Portanto, é o todo e não uma ou outra parte. Quando um website é confuso e o problema é causado por uma arquitetura de informação imperfeita, planejamento ruim ou usabilidade falha, esses problemas também irão afetar o design. E o mesmo se aplica ao design ruim: ele pode comprometer toda a arquitetura de informação e proporcionar uma experiência ruim ao usuário. Essas duas categorias se interdependem e não é surpreendente que seja assim. Portanto, é importante que você estude  e desenvolva suas habilidades nessas duas categorias para que seja um profissional completo.

Espero com isso ter lançado uma boa luz sobre o assunto. É claro que ele é muito mais amplo e complexo do que foi mostrado aqui, há muita margem para discussão, mas esse texto serve de introdução e espero que seja um incentivo para que procure ler mais sobre o assunto para que, futuramente, você possa aplicar esses conceitos de UI e UX Design aos seus trabalhos e se tornar um Web Designer Developer melhor.

Um grande abraço e até o próximo post!

Próximo

Postado por

Web designer, Ilustrador e produtor visual gráfico, santista de nascimento e de coração, amo o que faço e estou muito feliz em fazer parte da equipe Microcamp.

Postagem Relacionada

Entenda o porquê de traduções nem sempre funcionarem na língua inglesa
Você já tentou fazer uma tradução do inglês para o português e ficou meio esquisita