anterior
Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInShare on Google+Email this to someoneShare on Facebook
QR CODE

Quando utilizar into ou in to? Onto ou on to?

into vs onto

Este tipo de dúvida normalmente surge somente quando nós estamos escrevendo algo, justamente porque ambas as opções, são iguais na língua falada, e sendo assim, realmente só notamos as diferenças na hora de escrevermos corretamente.

 

Eu sei que quase ninguém gosta de gramática, mas fazer o que?

Precisamos dela principalmente para não pagar mico em situações formais como em assuntos da empresa, negócios. Já pensou perder uma promoção por não saber escrever de maneira formal, usando a linguagem culta do idioma?

 

Muita gente se preocupa somente em falar de maneira descolada… Porém o mundo dá voltas e talvez amanhã você se depare com um novo emprego, novas funções, e como você se sairia redigindo um e-mail para uma empresa estrangeira?

 

Conhecimento nunca é demais, então vamos a mais esta dica de hoje.

 

As preposições into e onto indicam movimento, realçam a noção de movimento de um lugar para outro.

Exemplo:

He walked into the room – Ele andou pela sala

He walked onto the shore – Ele andou pela costa

She jumped into the pool – Ela pulou na piscina

I threw my book onto the desk – Eu joguei meu livro na mesa

 

Reparem que em todos os exemplos, há a noção nítida de movimento, até mesmo por conta dos verbos empregados. Por conta disso, nessas situações, as palavras into e onto podem ser substituídas pelas preposições in e on, justamente porque a noção de movimento está explicito na ação.

 

Exemplo:

He walked in the room – Ele andou pela sala

He walked on the shore– Ele andou pela costa

She jumped in the pool – Ela pulou na piscina

I threw my book on the desk – Eu joguei meu livro na mesa

 

Em ambas as frases acima, a noção de movimento é obvia de acordo com o contexto, por isso podem ser feitas essas substituições.

Uma dica simples que pode ser levada em consideração, é a de que normalmente usamos “uma” preposição por oração, repare que nas orações acima o “to”, sumiu,  não escrevemos: “He walked in to the room”

 

Phrasal Verbs

Caso a preposição  seja parte de um phrasal verb, também conhecido como verbo composto por duas palavras, então não a considere uma preposição, a considere justamente como parte do verbo e mantenha o phrasal verb intacto.

 

Correto: The robbers will break in to the bank at 6pm.

O phrasal verb é  “break in”. “Break in” significa adentrar sem permissão, e neste caso, como se pode notar, a palavra “in” não é uma preposição e sim parte do verbo, e por isso, não devemos alterar nada. A preposição da frase é o “to”,  portanto:

Errado: The robbers will break into the bank at 6pm.

 

Correto: I am really into alternative music. 

O phrasal verb é “to be into” que significa ser apaixonado, aficionado por algo. Como já falamos anteriormente,  as palavras que conhecemos como preposições, quando passam a fazer parte de um phrasal verb, deixam de ser uma preposição, e por isso o verbo deve ser mantido intacto. Portanto :

 

Errado: I am really in to alternative music. 

 

Neste último exemplo, o fato de haver duas preposições numa mesma frase já é um sinal de que pode haver algo errado.

 

See you

 

Próximo

Postado por

Postagem Relacionada

Preposições: “To” e “For”
  Preposições sempre geram muitas dúvidas, e caso um dia você pergunte a um nativo