anterior
Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInShare on Google+Email this to someoneShare on Facebook
QR CODE

Protegendo e ocultando pastas com senha

Existem alguns programas que fazem o que vou ensinar aqui, porém, a ideia é aprender a criar e não usar um software pronto: mãos a obra!

Observação importante: Por se tratar de um código criado em DOS (batch) alguns antivírus o enxergam como ameaça (já que alguns vírus são criados dessa maneira), mas não se preocupe, o código é totalmente inofensivo, ok?!

Programas necessários:
• Editor de texto simples – Notepad ou Notepad++ (estou usando esse último);
• Programa que converte arquivos .bat em .exe (executáveis) – Bat To Exe Converter;
• Um ícone (em fomato .ico) para ser usado no executável (no link com o código no final do post tem uma imagem nesse formato pra você utilizar);

Obs.: O código completo estará disponível no final do post.
Vamos lá.

Parte 1 – Código Inicial

Abra o notepad ou o notepad++ e digite o seguinte pedaço de código:

Inicio do código

Inicio do código

Explicando:

Linha 1  Limpa toda a tela do DOS;

Linha 2 – Desativa a visualização da tela do prompt;

Linha 3 – Imprime (mostra) na tela do prompt  os sinais de igualdade (só pra fazer firula..rsrs);

Linha 4 – Imprime (mostra) na tela o texto Colocando senha…

Linha 5, 7 e 9 – mesmo que a 3;

Linha 6 – Pula uma linha no prompt de comando;

Linha 8 – Imprime (mostra) na tela o texto Esse programa criara…

Linha 10 – mesmo que o 6;

Linha 11 – Verifica se já existe uma pasta com o nome {92c2a9b3…} se existir vai para (goto) o link DESBLOQUEAR (que criaremos mais a frente);

Linha 12 – Se não existir a pasta Privado vai para (goto) o link PASTABLOQUEADA;

Notas: Na linha 11, criei uma pasta com um nome estranho (normalmente usado por pastas do sistema), pois se outra pessoa conseguir visualizá-la, pensará que se trata de uma pasta de sistema. A dica é não alterar esse nome, ok?!

Parte 2 – link Confirmar:

Confirmação do bloqueio da pasta

Confirmação do bloqueio da pasta

Explicando:

Linha 14 – Aqui eu criei um link chamado ‘CONFIRMAR’. Os links aqui são criados colocando dois-pontos (:) no começo. Nesse link colocarei os comandos para confirmar se o usuário quer realmente criar o bloqueio;

Linha 15 – Pula uma linha no prompt;

Linha 16 – Imprime na tela a pergunta: Tem certeza que deseja… com duas opções S ou N (sim ou não);

Linha 17 – Aqui eu criei uma variável (set) chamada “alternativa”, que recebe o que o usuário digitou anteriormente (S ou N);

Linha 18 – Aqui eu verifico se o valor da variável ALTERNATIVA for igual a S (maiúsculo) vai para o link ‘BLOQUEAR’;

Linha 19 – Nessa linha faço o mesmo que a linha 18, só que com o s minúsculo;

Linha 20 – Aqui eu faço a mesma verificação com a letra N maiúscula. Se for, vai para o link ‘FIM’;

Linha 21 – Aqui eu faço a mesma verificação com a letra n minúscula. Se for, vai para o link ‘FIM’;

Linha 22 – Se nenhuma das opções acima for válida, imprime na tela a mensagem: Por favor, digite uma opção válida;

Linha 23 – Depois que aparecer a mensagem, vai para (goto) o link ‘CONFIRMAR’, ou seja, volta a verificar tudo novamente;

Parte 3 – link Bloquear:

Bloqueando e ocultando a pasta

Bloqueando e ocultando a pasta

Explicando:

Linha 25 – Aqui eu criei um link chamado BLOQUEAR (o que é chamado caso a resposta das verificações acima seja S (maiúsculo) ou s (minúsculo)

Linha 26 – Renomeia a pasta Privado para {92c2a9b3…}

Linha 27 – Aqui é usado o comando attrib, que permite alterar os atributos dos arquivos e pastas. O +h deixa a pasta {92c2a9b3…} oculta e o +s transforma essa pasta numa pasta de sistema (fica oculta – diferente das pastas normais que temos no computador)

Linha 28 – Mostra a mensagem: Pasta bloqueada

Linha 29 – Pula uma linha

Linha 30 – Pausa a tela (aparece a mensagem para pressionar uma tecla pra continuar)

Linha 31 – Vai para o link  FIM

Parte 4 – link Desbloquear

Desbloqueando a pasta

Desbloqueando a pasta

Explicando:

Linha 33 – Cria o link DESBLOQUEAR

Linha 34 – Aqui eu crio uma variável chamada senha que recebe o valor 1q2w3e4r (a senha que defini para o desbloqueio). Essa é a senha que você deve alterar.

Linha 35 – Mostro na tela a mensagem: Digite a senha para desbloquear a pasta

Linha 36 – Crio uma variável chamada pass que vai receber o valor do que foi digitado na linha 35.

Linha 37 – Verifico se o valor da variável pass (o que o foi digitado quando solicitado) não é igual ao valor da variável senha (a senha que eu defini na linha 34) vai para o link ERRO

Linha 38 – Se a senha for igual, ele retira os atributos ocultos (-h) e arquivos do sistema (-s) da pasta {92c2a9b3…} fazendo assim com que ela fique visível novamente.

Linha 39 – Aqui eu renomeio a pasta {92c2a9b3…} para Privado

Linha 40 – Mostro na tela a mensagem: Desbloqueado com sucesso

Linha 41 – Faço uma pausa (pressione uma tecla para continuar)

Linha 42 – Vai para o link FIM

Parte 5 – link Erro

Erro senha incorreta

Erro senha incorreta

Explicando:

Linha 44 – Crio o link ERRO

Linha 45 – Mostro na tela a mensagem: Senha incorreta. Tente Novamente

Linha 46 – Vai para o link DESBLOQUEAR (ou seja, volta para a opção de digitar a senha para desbloqueio dos arquivos)

Parte 6 – Link Pasta Bloqueada

Nesse link criaremos a pasta Privado que vai aparecer ao abrir esse programa.

Criação da pasta a ser bloqueada

Criação da pasta a ser bloqueada

As únicas linhas importantes são:

Linha 51 – Aqui eu crio a pasta Privado com o comando md

Nas próximas linhas mostro algumas mensagens na tela, sempre pulando uma linha.

Linha 59 – Depois de mostrar as mensagens, uso o comando goto para ir ao link FIM

Linha 61 – link FIM que não faz nada, apenas sai do prompt.

Salvando o Arquivo

Depois de digitado todo o código salve na área de trabalho (ou em qualquer outro lugar) com o seguinte nome proteger.bat (você pode dar o nome que quiser mas tem que colocar o .bat no final). Teste-o para ver se funciona (lembre de ler as mensagens na tela e verificar se as condições funcionam (aquelas que verificam se digitou S ou N lembra? – tente digitar outra coisa).

Convertendo em Executável (.exe)

Essa solução funciona bem, porém se uma pessoa editar o arquivo proteger.bat (botão direito no arquivo; editar) ela conseguirá ver sua senha e ai foi tudo por água abaixo. Então vamos proteger nosso arquivo transformando ele em executável. Para isso utilizaremos o programa bat to exe converter (link disponível no começo do post).

Abra o programa e clique no botão com pontos ao lado de BATCH FILE e escolha seu arquivo bat (proteger.bar)

Convertendo bat em exe

Convertendo bat em exe

Depois de selecionado o arquivo escolha o local onde será salvo (SAVE AS) ou deixe no local que apareceu sozinho – mesmo local do arquivo proteger.bat. Agora clique na aba Versioninformation – vamos colocar um ícone em nosso executável.

Clique nas opções como mostram a imagem a seguir:

Adicionando ícone ao executável

Adicionando ícone ao executável

No item 2, devemos escolher uma imagem que servirá como ícone para o nosso executável. O único detalhe é que essa imagem deve estar em formato de ícone (.ico), procure na internet por imagens (ou ícones) com extensão .ico. Clique em Compile e pronto! Ufaaa…

Nota: Diferente do arquivo .bat o executável não permitirá que você edite para ver a senha, portanto anote-a bem para não esquecer.

Pronto, seu executável foi criado, basta testá-lo e usá-lo!

Download do código

É isso ai galera, espero que tenham gostado. Continuem lendo nossos tutoriais. Qualquer dúvida basta comentar.

Abraço e até a próxima.

Aprenda. Pratique. Produza.

Próximo

Postado por

Tem 26 anos. É formado em Análise e Desenvolvimento de Sistemas pela UNIMONTE, atualmente leciona Hardware e TI na Microcamp de Santos. É apaixonado pelo mundo Linux. Também faz trabalhos como web design e design gráfico. Se considera um músico de bom gosto e adepto a um bom livro de ficção.