anterior
Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInShare on Google+Email this to someoneShare on Facebook
QR CODE

O Verdadeiro Halloween

SAMHAIN O SENHOR HALLOWEEN

Qualquer um pode falar sobre Halloween, mas, quem poderá falar sobre a verdade? O verdadeiro Halloween tem muitos outros significados, mistérios e rituais. Apesar do termo “Halloween” ter sido usado pela primeira vez em 1745, a origem deste dia, deste ritual é muito mais raizada ao passado, e suas contribuições com o contemporâneo, surge no paganismo celta esta celebração, chamada SAMHAIN.

Ritual Celta

Ritual Celta – Chamada dos Mortos

O SAMHAIN (pronuncia-se “SOU-EN”), também conhecido atualmente como Halloween, ele possui vários nomes, como Hallowmas, Véspera de Todos os Sagrados, Festival dos Mortos, Terceiro Festival da Colheita, é o mais importante dos 8 Sabbats dos Bruxos. Um dos mais conhecidos de todos, mesmo fora da comunidade WICCANA e o mais MAL-INTERPRETADO e TEMIDO. (de olhar a imagem entendo o porquê)

Sendo ele o demônio que trazia as almas de volta, começaram os rituais, e sua chegada era cada vez mais desejada. O encontro se dava no dia 31 de outubro, ao Pôr do Sol, celebrando o último dia de trabalho religioso e a terceira colheita.

Durante o ritual, várias fogueiras imensas eram acesas, para afugentar os maus espíritos e acreditavam que as almas podiam voltar as suas casas, para visita-los.

Ilustração para o ritual celta.

Ilustração para o ritual celta.

Por que usar fantasias?

De acordo com livros e referências sobre o assunto, muitos dos Celtas, se vestiam como mortos, e como eles achavam que seria a aparência de um fantasma, para que os espíritos os confundissem com um deles, e não viessem a perturbá-los. Apesar de curioso, este fato muita das vezes faziam com que realmente suas aparências fossem quase que sem querer, assustadoras.

Imagine você, sentado em casa à noite, em frente ao seu computador, e se depara com uma dessas “fantasias” atrás de você:

HALLOWEEN - 1920

HALLOWEEN – 1920

 

 

HALLOWEEN - 1930

HALLOWEEN – 1930

Não queria comentar, mas, já estou com medo ¬¬

 

Doces hummmm… os doces!

Assim como a fantasia, a ideia dos doces também foi gerada pelo medo, sendo que alguns celtas usavam os doces como um apaziguador, para os espíritos com má intenção. Enquanto na idade média, regiões europeias davam BOLO e outras guloseimas, para que as pessoas fizessem orações em suas casas, durante muito tempo ficou conhecido como “Bolo das Almas”*.

Porém, em uma época onde se vivia de colheitas, os doces eram feitos em casa, e com o tempo essa tradição também se foi, porém, fiz uma pesquisa, e olha a lista de doces da época:

Maçã Doce: Conhecida como “massaaaamm do amoouur” ¬¬ era um dos doces prediletos das crianças, era feito um caldo com frutas vermelhas e açúcar derretido, em um caldeirão, as maças eram colocadas lá dentro, e depois lançadas em uma bacia de água fria, para cristalizar o caramelo.

*Bolo de Alma: Nada mais eram que pães caseiros, que eram cortados em quadrados pequenos, e cobertos com o mesmo caldo da maçã doce. Apesar de simples para nós, para eles e a época que viviam, seria como provar algo totalmente delicioso, e que era feito somente naquela festividade.

Caramelo: Um caramelo vermelho, feito com groselha, era esticado em tábuas, e entregue as crianças, além de fazer parte as oferendas aos mortos.

Pipoca/Milho: Milho também era uma das comidas típicas para o festival, primeiro cozidos a lenha, ou apenas na fogueira, e anos mais tarde como pipoca. O milho sempre foi visto como um alimento pagão, não só para o Halloween como também em muitos outros rituais.

Atualidade: Praticamente toda esta simplicidade foi cortada e consumida pelo capitalismo, tornando os doces industrializados, e trocando o sentido de algumas coisas. Hoje existem fábricas que esperam o ano todo pela data, apenas para confeccionar doces personalizados e efetuar vendas astronômicas.

 

 

Porque vampiros? Lobisomens? Bruxas? E todos esses caras legais(?!)

Assim como os espíritos bons, os maus também acompanhavam o ritual, trazendo as possessões e rituais de pacto maligno, que resultavam em homens que teriam vida eterna, porém, sua troca sempre acabava resultando em mãos duplas.

Os simpáticos ZUMBIS, diferente do que é apresentado nos videogames de ficção cientifica, nada mais são que os espíritos que possuem seus antigos corpos, que na maioria das vezes já se encontra em decomposição.

As bruxas sempre existiram, e apesar da grande concepção de que faziam maldades, sendo que muitas foram queimadas vivas, as bruxas tinham a intenção de fazer medicina a partir de plantas e feitiços, dentre outras coisas.

Uma curiosidade, existe a percepção que o primeiro vampiro foi JUDAS, que no cristianismo, foi quem traiu Jesus por moedas de prata, o que explica o quão é definitivo o uso de tal, para sua morte. O desejo por sangue vem do fato de que ao se enforcar, cometendo suicídio, sua boca tenha ficado cheia de sangue, fazendo com que a única forma de saciar suas vontades, seja sentir novamente este paladar.

 

QUEM NÃO GOSTARIA DE UM DESSES EM CASA??

QUEM NÃO GOSTARIA DE UM DESSES EM CASA??

 

Abóbora? Por que?

Pessoas iam de porta em porta, pedindo comida e recompensas em troca de orações, ao anoitecer eles colocavam velas dentro de NABOS, para simbolizar os espíritos presos ao purgatório, aproveitavam e faziam buracos, para que a luz saísse, e o vegetal se tornasse uma lanterna; que futuramente na América do Norte foram substituídos pela abóbora, que é um vegetal mais fácil de ser encontrado.

Mascaras de abóbora também podem ser aterrorizantes.

Máscaras de abóbora também podem ser aterrorizantes.

 

TRILHA SONORA

Podem ser diversas, mas algumas, obrigatórias; e aí vai algumas que eu indico, e para finalizar, um vídeo de uma das bandas que ando escutando bastante e que tem tudo a ver com Halloween!!!

 

OUÇA:

– BLACK SABBATH

– OCEANO

– SUICIDE SILENCE

 


 

Paulo BertelliSou o Paulo Bertelli, instrutor de Informática em São Caetano do Sul. Tenho 26 anos, fã de rock, tatuagens, bulldogs, filmes. Tenho o costume de ler muuuuito e entre meus livros favoritos estão Laranja Mecânica, Escuridão Total, Mais Pesado que o Céu. Ah… também sou vocal da Reviere! Valeu, até a próxima!

Próximo

Postado por

Postagem Relacionada

História dos Videogames (Parte 2) – PONG!
Olá gamers? tudo bem? Hoje iremos continuar nossa jornada pela história dos videogames, mas, hoje