anterior
Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInShare on Google+Email this to someoneShare on Facebook
QR CODE

O que são Meta Tags e como utiliza-las

Hoje em dia, muita gente fica confusa e há muita contradição e desentendimento quando se fala em Meta Tags e quais são seus efeitos sobre rankings de motores de pesquisa.  Sabe-se que algumas tags utilizadas até pouco tempo perderam seu poder. Então, quais meta tags ainda podem ser consideradas realmente eficazes para SEO? E quais não são? O Blog do web Design vai explicar isso para você!

Se você (ainda) não sabe o que são Meta Tags…

meta tags

Meta Tags são estruturas de linguagem de marcação que servem para conter informações ou instruções sobre uma determinada página web para motores de pesquisa na Internet. Elas não são visíveis para os usuários de uma página, por isso você não as vê e pode não estar costumado com elas. Em geral, essas instruções podem ser encontradas dentro das tags <head> de uma página.

Muitas vezes, as meta tags irão conter um nome, que servirá para definir qual o tipo de metadados ela está apresentando. Os valores destes metadados são expressos por um atributo de conteúdo. Existem vários tipos de nomes válidos que podem ser usados dentro de meta tags. Neste texto você irá conhecer alguns deles.

Se você não sabe o que são Motores de Pesquisa…

motores de pesquisa

Motor de pesquisa ou Ferramenta de busca (em inglês: search engine) é um programa desenhado para procurar palavras-chave fornecidas pelo utilizador em documentos e bases de dados. No contexto da internet, um motor de pesquisa permite procurar palavras-chave em documentos na internet como aqueles que se encontram armazenados em websites.

Os motores de pesquisa surgiram logo após o aparecimento da Internet, com a intenção de prestar um serviço extremamente importante: a busca de qualquer informação na rede, apresentando os resultados de uma forma organizada, e também com a proposta de fazer isto de uma maneira rápida e eficiente. A partir deste preceito básico, diversas empresas se desenvolveram, chegando algumas a valer milhões de dólares. Entre as maiores empresas encontram-se o Google, o Yahoo, o Lycos, o Cadê e o Bing. Os buscadores se mostraram imprescindíveis para o fluxo de acesso e a conquista de novos visitantes. (fonte: Wikipedia).

Meta Tags mais comuns que você deve utilizar

meta tags que deve usar

Abaixo vamos apresentar algumas das meta tags que podem ser encontradas dentro de uma página web. Em termos simples, há três meta tags que você deve utilizar: a meta tag Description (descrição), a meta tag Robots e o Título (que tecnicamente não é uma meta tag, mas explicarei isso daqui a pouco).

Meta tag Description

A meta tag description, ou descrição, é provavelmente uma das meta tags mais úteis em uma página. Como o nome sugere, ela fornece aos motores de pesquisa uma breve descrição sobre a página, como você vê a seguir:

<meta name = "descrição da página"  content= "O que são Meta Tags e quais você deve utilizar em suas páginas " />

Esta tag costumava ter muito mais eficácia, mas atualizações de algoritmos de sites de busca têm diminuído o seu efeito. Talvez ela não sirva mais para melhorar seu posicionamento nos rankings como antigamente, porém pode ser útil, pois ainda é utilizada por motores de pesquisa para localizar resultados. A duração recomendada de uma descrição é de 160 caracteres e as palavras que correspondem a consulta da pesquisa do usuário são destacadas em negrito. Isso significa também que ela pode melhorar a taxa de Click-Through de suas páginas. Se você não sabe o que é Click Through ou Click Through Rating, explico: é uma das medidas utilizadas em marketing digital para avaliar a eficiência de uma página ou anúncio na Internet. Ele expressa essa eficácia através do número de clicks que essa página ou anúncio recebe. O Click Through Rating é um indicador da capacidade de chamar a atenção e estimular o público a conhecer mais detalhes de uma determinada mensagem.

De posse desse conhecimento, fica fácil imaginar por que uma descrição bem feita e que utiliza palavras-chave pode tornar um conteúdo mais visível e relevante para o usuário.

Meta tag Robots

A Meta Tag Robots é usada para a acessibilidade de uma página da web com relação aos motores de pesquisa. Inclusive, você pode permitir ou não que esses motores de pesquisa indexem a página, como por exemplo:

<meta name = "robots"  content= "noindex, nofollow" />

Esta meta tag diz aos motores de pesquisa para não indexar a página e os impede de seguir os links contidos nela. Se por um acaso você estiver usando dois termos contraditórios (por exemplo, noindex e index), o Google vai escolher a opção mais restritiva.

Por que esta tag é útil para SEO? Bom, em primeiro lugar porque é uma forma simples de evitar a indexação de conteúdo duplicado, como por exemplo, a versão de uma página que serve somente para impressão. Também pode ser útil para evitar a indexação de páginas com informações confidenciais, por exemplo.

Title

Tecnicamente, a tag Title (Título) não é uma meta tag, mas pode e deve ser incluída no mesmo pacote. Isso acontece porque ela é muito importante para SEO (Search Engine Optimization), já que é necessária em todos os documentos HTML. Como você deve saber, ela define o título do documento:

<title> Título da página </title>

Ela é importante porque basicamente o título irá aparecer em dois lugares: no topo da página e nas páginas de resultados dos motores de pesquisa. Por isso, um bom título deve incluir as palavras-chave da página. Motores de pesquisa buscam o conteúdo dessa tag para saber se a página em questão tem relação com o assunto pesquisado. Outra coisa que você deve ter em mente é o comprimento: o Google geralmente limita os títulos em 70 caracteres , por isso um bom título deve ser conciso e objetivo!

Outras meta tags

Ainda que não sejam importantes para os motores de pesquisa, algumas das tags apresentadas a seguir são importantes já que ainda aparecem em muitos documentos na web e tem algumas propriedades que podem interessa-lo.

Meta tag  Content Type (charset)

A marcação do tipo de conteúdo é utilizada para declarar a codificação de caracteres de um site. Embora ela não influencie rankings ou motores de pesquisa, é recomendável adicionar esta tag para evitar que os navegadores tenham de “adivinhar” a codificação de caracteres de uma página, evitando que isso leve a problemas de exibição.

Talvez você possa estar familiarizado com a seguinte forma de Content-Type:

<meta http-equiv=”Content-Type” content type=”text/html” charset=”utf-8”>

Embora nos dias de hoje seja perfeitamente aceitável usar a seguinte versão:

<meta charset = "UTF-8" />

Esta tag deve ser colocada antes de qualquer elemento que contém texto, incluindo o título de tag mencionado anteriormente.

Meta tag Keywords

Meta tag keywords

Esta tag foi usada durante muito tempo e considerada uma das mais úteis, porém perdeu seu valor com o tempo. Nenhum grande motor de pesquisa utiliza Keywords (palavras-chave, em português) para localizar o conteúdo de uma página de hoje em dia.

Na meta tag Keywords você pode armazenar um par de palavras-chave sobre o conteúdo da página. No entanto, ele não vai melhorar seu ranking . Se você quiser utilizá-la , faça da seguinte forma:

<meta name = "keywords"  content = "meta tags, search engine optimization" />

Meta tag Language

Meta tag language

Esta tag era usada para declarar o idioma de uma página web. Veja o exemplo a seguir:

<meta http-equiv = "linguagem de conteúdo" conteúdo = "pt-br "/>

No entanto, hoje em dia , o World Wide Web Consortium recomenda  determinar o idioma do seu conteúdo dentro de um atributo, em vez de uma meta tag:

<html lang = "pt-br">

Onde se vê “pt-br”, entenda-se Português do Brasil, claro. Para outras línguas, procure o código correspondente.

Meta tags Translate/Notranslate

Meta tag translate

Às vezes, o Google irá fornecer um link para uma tradução das páginas. Mas pode haver situações em que você não queira que isso aconteça, certo? . Se você não quiser que o Google traduza uma determinada página, adicione a meta tag a seguir:

<meta name = "google"  content = "notranslate"/>

Meta tags Refresh

meta tag refresh

Com esta tag você pode instruir o navegador para atualizar a página automaticamente após um determinado período de tempo. O código abaixo, por exemplo, atualiza a página depois de 30 segundos:

<meta http-equiv = “refresh”  content = “30”>

Também é possível redirecionar o usuário para uma página diferente após essa atualização. Dê uma olhada na seguinte exemplo:

< meta http-equiv = “refresh”  content = “30” URL = “http://endereco-do-site-para-redirecionar.com”>

O uso dessa tag é desencorajado pela W3C porque pode desorientar os utilizadores. Além disso, como você pode imaginar, não tem qualquer efeito nos rankings dos motores de pesquisa.

Conclusão

Você pode utilizar várias Meta Tags para informar o conteúdo de um website, essa técnica é imprescindível nos dias atuais para que os motores de busca possam encontrar suas páginas. É claro que existem ainda outras maneiras de descrever o conteúdo do seu website para motores da web, mas escreverei sobre isso em outro post no futuro. Enquanto isto, utilize o conhecimento apresentado aqui para melhorar a presença do seu site nos rankings motores de pesquisa! Espero que faça um bom uso das informações e alcance seus objetivos! Até o próximo post!

Próximo

Postado por

Web designer, Ilustrador e produtor visual gráfico, santista de nascimento e de coração, amo o que faço e estou muito feliz em fazer parte da equipe Microcamp.

Postagem Relacionada

A História do Android
Olá pessoal! Meu nome é Lucas Silva e junto com o instrutor Victor Rodrigues fizemos uma pesquisa