anterior
Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInShare on Google+Email this to someoneShare on Facebook
QR CODE

Marketing Pessoal: Estratégia para profissionais competitivos

ABAAAe3e8AD-0

 

Marketing Pessoal é uma estratégia atual cujo objetivo é orientar os profissionais de qualquer categoria a manter sua posição no emprego que têm ou a conquistar nova posição no mercado de trabalho, utilizando técnicas adequadas e atuais, que sejam esclarecidas, competitivas e levem, de fato, à vitória desejada. “Essas técnicas incluem sua formação profissional, experiência, boa apresentação de seu currículo até sua forma de vestir, de falar, sua postura, sua entrevista com o selecionador, seu comportamento pessoal.” (França, 2005, Disponível em: http://www.sinprorp.org.br)

Esse conjunto de estratégias devem ser planejadas de forma consciente  para criar novas  oportunidades, manter  sua competitividade e garantir o seu destaque  dentre as outras pessoas.

marketing

 

No mundo profissional de hoje, principalmente no ringue do mercado de  TI não há mais lugar para a passividade, para manter a expectativa de que as  oportunidades continuaram sendo atraídas por sorte ou  por paternalismo empresarial. Hoje com o fácil acesso às informações qualquer pessoa  desde que queria e vá de  encontro ao conhecimento e trabalhe  em torno de seu crescimento profissional pode  chegar ao topo. A importância do marketing  pessoal é conduzir seu sucesso, proteger suas conquistas, para isso, necessita conhecer o mercado, entender as mudanças tornar-se um profissional  ciente das ferramentas  necessárias para  competir de  forma adequada a necessidade do mercado.

Houve uma época em que você era contratado para trabalhar em uma grande empresa, em uma carreira para toda a vida. Não havia necessidade de se preocupar muito com sua carreira. A empresa faria isso para você. Bem, as coisas eram assim no passado. No mundo de hoje, de competição acirrada, o lema é cada um por si. Você não pode confiar que a empresa tome conta de você porque ela mesma não pode estar segura de que continuará a existir por tempo suficiente para isso. Você tem de tomar conta de si mesmo (All Ries, 1991, apud, França 2005, Disponível em: http://www.sinprorp.org.br)

Como característica  dessas  mudanças com relação ao mercado você pode já ter  deparado com algumas situações em que apesar de fazer tudo certo, alguém de  fora foi chamado para  exercer o tão sonhado cargo que  você esperava ou alguém que tinha uma hierarquia abaixo da  sua dentro da empresa foi promovido, conseguiu aumentar salário, e ainda  por cima se  tornou exemplo para todos. Junto de  você foi chegando a insatisfação, os porquês e às vezes sentiu-se desvalorizado e sem reconhecimento, perdendo o foco do seu sucesso. Aconteceu? De quem é a culpa?

tirinha-vida-de-designer-01-e1305771482921

 

A culpa pode ser atribuída a atitudes não planejadas, a cegueira diante  das políticas  empresarias que estão a sua  volta, o tão sonhado sucesso, não foi conquistado com sua apresentações  magníficas de  um trabalho bem feito, falha  no seu marketing pessoal, talvez  sua ações passaram uma  outra  imagem e isso prejudicou suas conquistas.

Segundo Wagner Campos, Especialista em Marketing. É Palestrante em Vendas, Motivação e Liderança, ele destaca que:

Ser notado desnecessariamente e por suas “aparições” tolas é péssimo, uma vez que será lembrado, com frequência, que não é um bom profissional. Neste caso, aquele ditado: “falem mal, mas falem de mim” não é um bom lema, uma vez que falar mal significa comentar que você não é a pessoa ou o profissional ideal. (Campos, 2013 disponível: www.dicasprofissionais.com.br)

Puxa saco

Ainda com base nas ideias de Campos podemos destacar algumas dicas essenciais para seu marketing pessoal:

marketing-pessoal

Tenha uma Boa Imagem, você pode ser um ótimo profissional, ter  ótimos conhecimentos, mas  o mundo julga o livro na primeira  impressão pela a capa, vista-se  bem, fale  o português correto, comporte-se bem!

Comece com um bom planejamento de onde pretende chegar. Qual situação que almeja profissionalmente, e tenha paciência. Tudo acontecerá ao seu tempo desde que, obviamente, você direcione seus esforços para realizar-se, conforme o planejado.

Lidere, desenvolva assim habilidades de influenciar pessoas e ser um formador de opinião.

Saiba trabalhar em equipe e administrar conflitos. Mesmo que você tenha mais habilidades em determinadas atividades, colabore para o desenvolvimento de seus colegas de trabalho. Afinal, uma equipe integrada  produz mais, melhor e com maior satisfação.

Transmita confiança aos seus chefes e companheiros de trabalho. Deve ser a pessoa que todos sabem que se algo precisa ser bem feito, tem que ser feito por você.

Saiba o que está fazendo e porque está fazendo. Fuja de fazer apenas algo que mandam fazer, sem saber do que se trata. Diferencie-se, torne-se um especialista em suas atividades e o motivo para a execução delas.

Saiba valorizar seu trabalho e apresente bons resultados. Tenha uma boa visibilidade. Sempre que tiver oportunidade, além dos resultados apresente seus projetos e ideias, mesmo que informalmente.

Seja uma pessoa otimista e bem-humorada. Ninguém gosta de rabugentos, aqueles profissionais cuja presença faz murchar até o pequeno cacto ao lado da mesa. Pessoas otimistas e bem humoradas proporcionam um ambiente agradável e irradiam bem- estar a todos à sua volta, afinal, você passa maior  tempo da  sua vida  no seu trabalho então crie situações agradáveis, não seja  o bola murcha, campeão da insatisfação.

Portanto, nada  melhor que encerrar  com as palavras de Tom Peters,  guru de administração de empresas e autor de  “Em busca da Excelência”,  qual gostava de dizer que era capaz de entrar numa empresa e em 15 minutos diagnosticar se os empregados estão satisfeitos ou não:

20080814050349_02_b4

“É simples. Você é responsável. Não existe um caminho único que leva ao sucesso. E não existe uma maneira certa. Só há uma certeza – comece hoje.”

Não espere. Faça melhorar!

 

Quer saber mais sobre o assunto? Assista ao vídeo:

 

Lembre-se: “Profissionais competitivos são profissionais bem informados”.

 

 

 

 

Próximo

Postado por