anterior
Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInShare on Google+Email this to someoneShare on Facebook
QR CODE

Já ouviu falar em computação forense?

Computação Forense

Ela é uma área de estudos voltada a soluções tecnológicas, geralmente está ligada a coleta, organização e análise de dados. Mas não é qualquer tipo de dado: tratam-se de dados digitais. Geralmente a fonte busca a confirmação de dados, informações que foram passadas, verificar se são verídicas ou não. Conseguem verificar se houve manipulação em documentos.

O profissional que trabalha nessa área precisa entender de hardware, software e mais que isso, estar sempre atualizados sobre técnicas de fraudes e tendências. Qualquer tipo de dispositivo de armazenamento pode ser alvo dessa tecnologia que é usada para desvendar crimes cibernéticos, roubos de identidade, crimes financeiros e fraudes eleitorais e espionagem virtual.

 

Metodologia

Essa computação utiliza diversos recursos para alcançar o objetivo, vale lembrar que existe uma autorização legal para que os peritos possam investigar, não basta chegar e vasculhar as informações alheias sem nenhum tipo de fiscalização. Por este motivo a Computação forense é tema de debates jurídicos quando se refere a manipulação de informações. A constante sofisticação de aparelho, novas tecnologias surgem como desafios para a Computação Forense e seus profissionais que precisam estar sempre atualizados e ligados.

A computação forense constitui-se de 4 etapas:

1 – Preservação dos dados a serem analisados;

2 – Extração de dados;

3 – Análise de dados;

4 – Conclusão, com produção de Laudo Pericial.

 

 

CSI: Cyber

Em 2015, foi lançado uma nova série entitulada CSI: Cyber, que fala exatamente desses crimes virtuais. Acompanhe o trailer:

 

Contudo você que possui CD’S, pendrives, armazena informações em nuvem fique de olho!


 

Jonathan Fernandes é coordenador de cursos em Interlagos.

Próximo

Postado por

Postagem Relacionada

Como treinar seu inglês durante as férias?
Fim de ano já chegou, as férias começaram, muita festa e comida… Mas como fica