anterior
Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInShare on Google+Email this to someoneShare on Facebook
QR CODE

Dinheiro traz felicidade?

din

É difícil não pensar que dinheiro traz felicidade, afinal quem trabalha por puro prazer?!

Não é porque o dinheiro em si faça alguém feliz, mas pelo que ele pode comprar ou permitir.

din1

Quem tem dinheiro pode comprar o que precisar: uma casa, um carro, viagens, lazer e saúde.

Então, são mais felizes… ou não?

din2

Realmente, os países com maior índice de desenvolvimento são aqueles que as pessoas tem mais dinheiro e se dizem mais felizes.

din3

Para confirmar se a felicidade desses países vêm do dinheiro ou do desenvolvimento, o economista Richard Easterlin entrevistou pessoas em vários países que se desenvolveram.

din4

Richard Easterlin

O resultado foi surpreendente: a pesquisa apontou que alguns países que tinham se desenvolvido não mudaram as taxas de felicidade da população.

Ou seja, dentro de cada país, por mais que as pessoas ficassem mais ricas, não necessariamente ficavam mais felizes.

din5

E a explicação para isso é simples e a psicologia explica isso como HABITUAÇÃO: nós temos um nível de felicidade que tendemos a voltar mesmo depois de feitos que mudem nossa vida, como por exemplo ganhar na loteria.

din6

Em um primeiro momento, as mudanças podem nos trazer muita felicidade, mas com o passar do tempo nos habituamos com novas situações e o que nos trazia muita felicidade antes, acaba virando rotina…

din7 din8

Por isso, a pesquisa de Tom Gilovich mostra que o dinheiro traz bem mais felicidade quando compramos EXPERIÊNCIAS, como uma viagem ou um CURSO.

Ao comprar bens materiais, nos acostumamos a eles e nossa “taxa de felicidade” volta ao estado inicial, de antes da aquisição.

din9

Tom Gilovich

Conforme a renda aumenta, as expectativas e desejos também aumentam, de forma que a pessoa continue insatisfeita ou crie ambições cada vez maiores.

din10

Então, se o dinheiro nos traz felicidade até um certo ponto, o que mais pode nos fazer felizes?

O pesquisador Matthew Lieberman explica que a felicidade está muito mais associada com o fator social e de EXPERIÊNCIAS do que com quanto ganhamos ou temos de dinheiro.

din11

Ao entrevistar diversas pessoas, pesquisadores descobriram que as atitudes como trabalho voluntário, doar para caridades, fazer parte de um grupo com o qual nos identificamos ou ter um bom relacionamento e amigos com quem falamos regularmente têm o mesmo impacto que receber um aumento de salário.

din12 din13

Outro fator que aumenta a felicidade é estar bem de saúde.

din14

Então, em nome de todos nós que fazemos a Evolutime crescer cada dia mais, tenham um ótimo começo de ano, com muita saúde e dinheiro também, mas visitem os familiares, revejam os amigos e mantenham essas relações que nos importam tanto. Criem, desfrutem e compartilhem as experiências, que valem serem lembradas. E se o ano começar complicado, não se esqueça; com o tempo passa 🙂


din15

Hello, my friends!

Eu sou o Danilo, instrutor de inglês da Evolutime Osasco e agora que vocês já sabem que dinheiro não traz felicidade, doe o seu pra mim e seja feliz! =D

Próximo

Postado por

Postagem Relacionada

Turismo: dicas de inglês para viagens
Vamos viajar? Viagens internacionais são maravilhosas, cheias de cultura e lugares interessantes, porém muitas vezes