anterior
Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInShare on Google+Email this to someoneShare on Facebook
QR CODE

Diagrama de fluxo de dados (DFD)

Oi pessoal! Neste post irei comentar sobre Diagrama de fluxo de dados. Você que pretende ingressar na área de programação, irá escutar falar muito sobre DFD, que é a abreviação de Diagrama de fluxo de dados. Antes de qualquer programador sair por aí digitando centenas de código, é necessário que ele tenha um mapa do sistema, todas as funções que irá compor o sistema.

capa-ti

DFD é uma ferramenta de modelagem que permite imaginar um sistema como uma rede de processos funcionais, interligados em “dutos” e “tanques de armazenamento” de dados.

Ela fornece apenas uma visão do sistema, a visão orientada para funções, ou seja, ele demonstra todas as funcionalidades de um programa.

 

Principais funções:

  • O DFD mapeia todas as funções e dados utilizados para executá-la, e permite também a discussão de um sistema em vários níveis de detalhes;
  • Mostra todas as funções (e dados) envolvidas na atividade a ser automatizada;
  • Ele mostra o fluxo de dados, e não o fluxo de controle do sistema;

 

Componentes de um DFD:

O DFD baseiam-se em 4 componentes básicos, abaixo irei mostrar cada um deles:

  • Processos é o primeiro componente de um DFD, o processo mostra uma parte do sistema, que transforma entradas em saídas, isto é, mostra como uma ou mais entradas são convertidas em saídas. É representada graficamente por um círculo, mas alguns analistas preferem utilizar a forma de um retângulo, ou um retângulo de vértices arredondados.

         IMAGEM-1

  

  • Fluxo de dados é graficamente representado por uma seta que entra ou sai de um processo, é utilizado para mostrar o movimento de fragmentos ou de pacotes de informações de um ponto a outro do sistema, ou seja, serve para mostrar o fluxo das informações.

IMAGEM-2

 

  • Depósito de dados é utilizado para se modelar uma coleção de pacotes de dados em repouso, para ser mais fácil o entendimento, seria o banco de dados, o local onde as informações irão ser armazenadas.

 

 IMAGEM-3

 

  • Entidades externas ou terminador são origens e destinos de fluxos de dados para fora do sistema (criadores e consumidores de dados). Estão fora do sistema. Representam pessoas ou outros sistemas, representam a interface entre o sistema e o mundo externo. Geralmente quando um sistema necessita ser alimentado com informações de outro sistema.

 

IMAGEM-4

 

 

Como elaborar de um DFD:

 Existem algumas regras necessárias para utilizar DFD. Tem a função de ajudar na criação de um DFD corretamente.

As principais regras:

  • Escolher nomes significativos para os processos, fluxos, depósitos e entidades externas:

É aconselhável utilizar nos processos um verbo e um objeto.

Ex: cadastrar cliente.

 

  • Numerar os processos:

  Os processos podem ser numerados para sua fácil identificação, mas isso não significa que eles tenham uma seqüência de execução entre si.

 

  • Refazer o DFD tantas vezes quantas forem necessárias até obter uma boa estética:

 Refazer até que esteja tecnicamente correto, que seja aceitável pelo usuário, bem elaborado de forma que esteja apresentável.

 

  • Evitar DFD complexos demais:

 Sempre buscar a modelagem correta das funções que um sistema deve executar, porém mas que seja de fácil interpretação. Nunca criar DFD com muitos processos, fluxos, depósitos e entidades externas.

 

  •  Certificar-se de que o DFD seja logicamente consistente:

 Evitar processos de que tenham entradas, mas não têm saídas ou vice e versa.

Ter cuidado com fluxos e processos sem rótulos, isso pode ser sinal de desatenção, mas pode gerar erros mais sérios.

 

Programas para fazer DFD

ConceptDraw

ConceptDraw é um programa pago, capaz de criar diferentes tipos de diagramas: de negócio, de fluxo, da rede, apresentações, esquemas de organização, estimativas de tempo, estruturas de sites, etc.

Além disso, é possível desenhar planos de pisos, esquemas de organizações, ilustrar ideias, etc. O usuário tem a sua disposição uma gama ampla de ferramentas gráficas, mais de 80 bibliotecas com mais ou menos uns 1800 objetos especializados em diferentes tarefas, exportação para HTML, objeto com comportamento programado para o usuário.

ConceptDraw é perfeito para gestores, programadores, desenhadores de web, projetistas de banco de dados, especialistas de TI, consultores, engenheiros, arquitetos, professores, estudantes, etc.

 

 Tela Inicial

 imagem-conceptdraw

 

 

 

Requerimento mínimos:

Windows 98/2000/XP/2003/ME

8MB de Ram

10MB de HD

 

 

SmartDraw

 É um programa shareza (pago) que permite criar organogramas, diagramas e fluxogramas, calendários, diagramas de rede, cronogramas, etc. É um concorrente direto e mais barato do que a Microsoft Visio.

 Tela Inicial

 imagem-smartdraw

Requerimento Mínimos:

Windows 98/2000/XP/vista

16 MB de memória RAM

20 MB de HD

 

 

Microsoft Visio

 O Microsoft Visio é um aplicativo da Microsoft que visa auxiliar os programadores na modelagem de programas e banco de dados. A versão mais atual é a 2013, onde você encontrará uma infinidade de modelos e diagramas para criar projetos em diversas áreas. O Microsoft Visio pode inclusive importar Banco de Dados e gerar o design das tabelas, para que o funcionamento do banco de dados fique mais visivel, e possa ser corrigido.

 Tela inicial

  imagem-visio

 

Requerimento mínimos:

 Windows XP c/ SP2/Server 2003 c SP1/Vista

CPU de 500MHZ

256 de memoria

1,5 GB de HD

 

Pessoal, espero que tenham gostado do post e não  se esqueçam de deixar aqui seu recado e divulguem para seu amigos. Até uma próxima.,

Próximo

Postado por

Professor de Informática da Escola Microcamp de Praia Grande, desde 2009. Formado em Técnico em Informática na Escola Técnica Adolpho Berezin e Bacharelado em Sistemas de Informações na Faculdade do Litoral sul Paulista. Lecionar é o que me motiva todos os dias e tenho muito orgulho de fazer parte da família Microcamp. “Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina” – Cora Coralina

Postagem Relacionada

Mulheres Programadoras
Gênios da Informática – Mulheres Programadoras Gates, Jobs, Pascal, Boole…  A história da informática está