anterior
Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInShare on Google+Email this to someoneShare on Facebook
QR CODE

Corrigindo erro ao acessar Twitter pelo Chrome no Fedora 15

fedora_14

Olá pessoal, se vocês utilizam o S.O. Fedora 15 e já tentaram acessar a página do twitter através do browser Google Chrome provavelmente já visualizaram uma mensagem de erro, essa mensagem aparece pelo fato de que o SELinux bloqueia a página.

– Nota do moderador: este post foi escrito pelo instrutor Ivan Lima, da Microcamp de Praia Grande. Caso queira entrar em contato com ele, deixe uma mensagem no campo de comentários no final da página ou vá até o seu perfil do Facebook . Espero que gostem do tutorial… e continuem praticando!

MAS O QUE É SELINUX ?

SELinux (“Security-Enhanced Linux”) ele aplica uma política de segurança em todos os objetos e também processos do sistema. Trata-se basicamente de um sistema de permissões e ele é também um dos motivos do sistema não ser atingido com vírus. Essa lógica é encapsulada dentro de um servidor de segurança (“security server”).

Pois bem, agora que entendemos o que é o SELinux e para que serve, sabemos que devemos desativá-lo para corrigir o erro ao acesso da página em questão.

Mostrarei então dois modos de desativar o SELinux:

Para desativar o SELinux definitivamente devemos:

Devemos alterar o arquivo/etc/selinux/configatravés dos comandos vim ou o vi.

Primeiro veremos através do comando vi: o comando então seriavi /etc/selinux/config

Agora no comando vim ficaria desta forma :vim /etc/selinux/config

Após isto modifique a linha SELINUX para SELINUX=disable

Feito as alterações acima salve o arquivoe teste.

Agora veremos como efetuamos a desativação temporária do SELinux , para isso e necessário alterarmos o estado para permissivo temporariamente (nesta opção o SELinux fica ativo porém não bloqueia nenhum a tarefa o serviço).

PARA DESATIVAR O SELINUX DEFINITIVAMENTE DEVEMOS:
Primeiro devemos verificar o status do SElinux através do comando :

cat /selinux/enforce

Desta forma poderemos visualizar o número 1 ou o número 0, sendo que 1 ativa e 0 (zero) desativa também chamado de modo permissivo, para alterá-lo para o modo permissivo utilize o seguinte comando:

echo 0 >/selinux/enforce

Pronto, com esta alteração o SELinux estará em modo permissivo até que ocorra o desligamento ou que a máquina seja reiniciada.

Podemos ainda alterar o SELinux para que o mesmo fique no modo permissivo de maneira definitiva, vamos lá?

Para isso devemos alterar o arquivo /etc/selinux/config através dos comandos vim ou o vi conforme mostrado no modo de desativar o SELinux definitivamente.

Após esta alteração mude a linha SELINUX para SELINUX=permissive

E é isto pessoal! Após estas alterações você já conseguirá acessar o twitter através do Google Chrome no seu S.O. Fedora 15, espero que tenha ajudado, que tenham gostado, se gostaram comentem e divulguem para os seus amigos e até a próxima.

Próximo

Postado por

Tem 26 anos. É formado em Análise e Desenvolvimento de Sistemas pela UNIMONTE, atualmente leciona Hardware e TI na Microcamp de Santos. É apaixonado pelo mundo Linux. Também faz trabalhos como web design e design gráfico. Se considera um músico de bom gosto e adepto a um bom livro de ficção.